ConstruRocha - Matériais de construção

Dicas

Dicas para a construção de uma casa mais sustentável

A criação de uma casa sustentável é uma forma de reduzir o impacto ao meio ambiente produzido pela ação do homem.

A utilização de sistemas de tratamento de esgoto, reuso de água da chuva e materiais ecologicamente corretos, são alguns fatores que auxiliam nesta diminuição.

Com a pressão cada vez maior de organizações ambientais e alguns países, políticas de diminuição de CO2, desmatamento e edificações mais eficientes estão sendo adotadas por diversas nações no mundo, como forma de diminuir a degradação ambiental.

A casa sustentável é descrita como uma forma de diminuir o seu impacto no meio ambiente local, suprindo algumas necessidades dos indivíduos e reduzindo a dependência de certos elementos energéticos e hídricos.

No processo de elaboração da idéia para criar um projeto sustentável, passa necessariamente por um profissional especializado em tecnologias verdes e plantas arquitetônicas ecologicamente corretas. A realização do projeto deve ser cuidadosa, devendo o responsável estar auxiliando o futuro proprietário, desde a criação até a execução da obra, a seguir está descrito algumas características:

- Elaboração do projeto da casa adequando as aberturas para a máxima entrada de iluminação natural e ventilação;

- Cuidar a orientação solar da edificação, em locais onde seja muito quente, procure privilegiar mais o sol da manha, pois a intensidade do calor é menor;

- Disponibilizar no projeto as tecnologias a serem aplicadas para ampliar as soluções sustentáveis da edificação;

- Atenção na escolha do terreno procure evitar locais com prédios próximos, avenidas e ruas com grande movimento;

Antes da execução da casa é primordial a verificação dos tipos de equipamentos a serem instalados, tornando essencial o estudo do uso entre o proprietário e o profissional qualificado na área de projetos sustentáveis, como forma de achar os produtos mais adequados as suas necessidades. Alguns equipamentos que auxiliam na criação de edificação mais eficiência sãos os seguintes:

- Sistema de captação da água da chuva através de calhas coletoras, que são armazenadas em uma cisterna e posteriormente utilizadas para limpeza de calçadas, irrigação de jardins e utilização em vasos sanitários, que fazem - parte do sistema de reuso das águas;

- Sistema de tratamento de dejetos do esgoto;

- Aquecedor solar;

- Energia eólica ou fotovoltaica;


A escolha dos produtos e o tipo de sistema construtivo a serem utilizados na construção da edificação demandam um tempo para analise e verificação da real diminuição de seu impacto no meio ambiente. Alguns materiais e formas de construção podem ser descritas a seguir:

- Sistemas construtivos como o tijolo ecológico, light steel framing e alvenaria estrutural são algumas das principais tecnologias construtivas que reduzem a quantidade total de material a ser utilizado na edificação e conseqüentemente à diminuição de emissão de CO2;

- Utilizar somente madeira para caixaria, cobertura e aberturas, que tenham certificação ambiental de empresas que tem áreas de reflorestamento;

Procurem por materiais que tenham certificação ecologicamente corretos;

- Utilize sistemas de descarga mais eficiente com os de duplo comando, além de vasos sanitários com sistema que diminuem a quantidade de água para remoção de dejetos;

- Dimensione a quantidade exata de tomadas para edificação eliminando a possibilidade de utilização de várias conexões em uma mesma tomada, diminuindo a fuga de energia;

- Utilize o ecotelhado como forma de redução do calor interno da edificação, captador de CO2 e purificador do ar;

Procure pintar as paredes da casa com cores mais claras, como forma de ampliar a reflexão solar e diminuir a irradiação de calor;

A utilização de equipamentos elétricos e hidráulicos no interior da casa é um dos fatores que gera consumo excessivo de energia, aumento da emissão de CO2 e colaboram para o desperdício de recursos hídricos, por isso a escolha deve ser criteriosa. Abaixo está algumas dicas de como ampliar a eficiência da edificação, tais como:

- Utilize equipamentos eletroeletrônicos com baixo consumo de energia e de água, procurando comprar produtos com o selo procel A;

- Lâmpadas de baixo consumo;

- Torneiras com bicos que diminuem a quantidade de água e com regulagem de fluxo;

- Sensores de presença para acionamento automático da iluminação para escadas e entrada de garagens;


Claro que não basta ter uma casa sustentável, sem que as atitudes dos moradores sejam mudadas, a criação de uma rotina e um programa de atividades ajudará na adaptação. Algumas mudanças essências tornam necessárias como:

- Criar jardim que privilegiem árvores nativas e plantas locais;

- Cultivar uma horta;

- Fazer coleta seletiva;

O processo de elaboração e execução de um projeto voltado à sustentabilidade tem um custo alto, pois algumas tecnologias como o reuso da água das chuvas, aquecedor solar, sistema de tratamento do esgoto, etc.., tornam a construção da casa um pouco onerosa.

A casa sustentável é funcional no momento em que todos os moradores estão focados nas alterações de atitudes, posturas e comportamentos, que ajudarão a melhorar seu bem estar e proteger o meio ambiente.